Sobre o Autor

O Dr. José Laércio do Egito nasceu em um sítio no município de São Vicente Férrer, interior de Pernambuco, em nove de agosto de 1932 e faleceu em Recife-PE no dia treze de outubro de 2014.

 

Desde sua infância apresentou características incomuns para sua idade, haja vista suas indagações sobre a vida. Certa vez, o Dr. José Laércio do Egito, narrou lembrar-se de fatos acontecidos quando tinha apenas dois anos de idade, dando prova de sua incrível memória em recordar fatos e informações.

 

Dotado de uma inteligência extraordinária, tendo entrado precocemente em contato com a natureza, buscou entender sua relação com a vida e como ela se manifestava, indagando o porquê das coisas ao seu redor. Indagações estas que posteriormente o fizeram um notório homem, digno daqueles que trazem consigo o dom de ser um mestre.

 

Formou-se em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco em 1959, na época conhecida como Faculdade de Medicina da Universidade do Recife, especializando-se em Ginecologia, Obstetrícia e Cirurgia Geral na Maternidade da Encruzilhada. Decidiu então trabalhar no interior do estado do Paraná, na cidade Centenário do Sul, mudando-se posteriormente para Lupionópolis-PR, até que chegou a ter seu próprio Hospital no município de Iporã-PR em sociedade com mais dois colegas, o Dr Matheus Marim e o Dr. Nicholas Tomasim, nesta cidade passou alguns anos no exercício da Medicina.

 

Mas, ainda não satisfeito com os limites da medicina clássica, foi buscar formação em acupuntura no Japão, em Quioto, num período de dez meses e depois foi à China passando mais um mês.

 

Até que recordou de quando era criança, e sua mãe o tratara algumas vezes com medicamentos Homeopáticos comercializados na época pela Farmácia Sabino Pinho, localizada em Recife-PE. Buscou saber onde havia o curso para esta especialização e firmou vínculo com a Escola Argentina de Homeopatia. Passou algum tempo viajando mensalmente à Argentina até concluir sua especialização nesta ciência. Com o intuito de complementar seus conhecimentos na Homeopatia, foi estudar no Hospital Saint Jacques, em Paris na França. Com o seu regresso ao Brasil, tornou-se um dos percussores desta ciência no Norte e Nordeste brasileiro, fundando a Sociedade de Homeopatia de Pernambuco, como também, o curso de especialização em Homeopatia de Pernambuco. Juntamente com os médicos Matheus Marim, Nicholas Tomasim e Felix Barbosa patrocinou a instalação no Brasil do primeiro curso de Homeopatia Científica.

 

Em seu ímpeto no exercício do pensar, escreveu e chegou a publicar quatro livros sobre a Homeopatia, estando o primeiro deles o “Introdução ao Estudo da Teoria Miasmática” na quarta edição no Brasil, contando com traduções para a França, Alemanha e Inglaterra.

 

O Dr. José Laércio do Egito foi o primeiro médico a usar Florais de Bach no Brasil, ainda na década de setenta chegando a publicar um artigo na Revista da Associação Paulista de Homeopatia sobre os Florais de Bach no ano de 1976.

 

Paralelamente à prática médica, porém sem deixar interferir no campo profissional, trabalhou em compreender e amenizar o sofrimento humano e esclarecer as pessoas sobre a “angústia existencial” e a relação do ser para com a fonte de energia cósmica universal.

 

Nesta sua incessante busca participou de diversas ordens iniciáticas, sistemas místicos, doutrinas e filosofias, almejando encontrar respostas as infindáveis indagações que lhe vinham à mente. Teve como uma de suas marcas ser uma pessoa de pouco apego aos bens materiais, contribuindo sempre que pôde, não medindo esforços para fundar e a expandir obras que tinham por meta auxiliar ao homem.

 

Estão abaixo, algumas de suas contribuições:

  • Cofundador da Loja Maçônica Duque de Caxias, Iporã – Paraná.

  • Fundador do Capítulo Rosa-Cruz em Umuarama – Paraná.

  • Um dos fundadores do Centro Espírita Jesus, Recife – Pernambuco.

  • Responsável por trazer o C.E.B.U.D.V. para o estado de Pernambuco junto com sua esposa, fundando o Núcleo Cajueiro em São Lourenço da Mata e posteriormente participou também da fundação do Núcleo Imburana de Cheiro em Abreu e Lima.

 

Em sua jornada em busca da Verdade, passou por mais de setenta organizações, e destacava-se por seu empenho em praticar e estudar com afinco os temas abordados nas organizações em questão, geralmente conduzindo grupos de estudos ou ministrando palestras, alcançando quase sempre os mais altos graus nelas. Com espírito altruísta, compartilhava de seus conhecimentos místicos sem cobrar financeiramente dos buscadores que chegaram até ele.

 

Chegou a produzir além de livros, vários textos versando sobre misticismo, hermetismo, cabala, magia, iniciados, avataras, doutrinas, xamanismo, nagualismo, entre outros.

 

Aproximadamente no ano de 1995 em Recife-PE, cidade onde residiu por longo período, ministrou o curso de Religiões Comparadas, momento em que principiou a transmitir os conhecimentos Herméticos, estruturando assim o que viria a ser as “Câmaras de Estudos Herméticos”.

 

 Já em fase avançada de sua idade, permaneceu filiado as seguintes organizações:

  • Membro da Ordem Rosa-Cruz AMORC desde 1967

  • Membro ativo da Loja Maçônica de Lyon na França

  • Membro da Ordem Kabbalística da Rosa-Cruz na França

  • Membro da Ordem Céltica da Bretanha

  • Membro da V.’.O.’.H.’. - Venerável Ordem Hermética, ramo atual do Hermetismo.

  • Membro do C.E.B.U.D.V. – Núcleo Pau d’Arco com o grau de Mestre.

  • Membro do Círculo Mágico Argentino

     

Início do Texto
Início do Texto
Início do Texto

© 2016 José Laércio do Egito. Criado e mantido por Filipe Lima.